Marketing orgânico


Diante de uma acirrada concorrência em um mundo de informações, como conquistar mais clientes sem a necessidade de anúncios pagos?

A resposta está exatamente no marketing orgânico. No entanto, para obter sucesso nessa estratégia de marketing digital, são necessárias várias técnicas e muita dedicação.

Hoje, vamos aprender sobre o marketing orgânico e usá-lo para o benefício e crescimento de sua marca, aumentando o interesse de mais e mais pessoas por seus produtos e serviços.

Acompanhe a leitura!

 O que é marketing orgânico?

O marketing orgânico é um conjunto de estratégias metodológicas de SEO (Search Engine Optimization) que facilitam as conversões, o tráfego e o crescimento da sua marca de maneira natural e espontânea, sem usar anúncios.

O marketing orgânico ou tráfego orgânico exige um grande investimento de tempo, comprometimento e dinheiro na contratação de especialistas sobre o assunto, como uma consultoria digital.

No entanto, você não paga por publicidade em diferentes mecanismos de pesquisa. Isso porque o marketing orgânico conquista novos usuários sem a necessidade de custos diretos, mas por meio de uma estratégia chamada Inbound Marketing.

O inbound marketing é uma estratégia que tem como objetivo atrair o público-alvo através da criação e compartilhamento de conteúdos de qualidade.

Em outras palavras, a ideia é atrair o cliente por meio de conteúdo relevante para criar um relacionando direto e duradouro com ele, em diferentes etapas da jornada do consumidor.

A partir daí, as pessoas impactadas por esse conteúdo tendem a se sentir confiantes a ponto de permitir que a empresa se aproxime cada vez mais, o que pode resultar na venda. Ou seja, no Inbound Marketing, é o cliente que procura pela empresa e não o contrário.

Além disso, ele também acontece por meio das buscas em sites como o Google. Se determinada palavra estiver em conteúdos da sua empresa, ao ser digitada no buscador, dependendo do ranqueamento, o internauta poderá ser direcionado aos seus produtos ou serviços.

 Por isso o marketing orgânico necessita das técnicas do marketing de conteúdo para ser efetivado, gerando bons resultados para os negócios. Ao produzir conteúdos otimizados, de qualidade e relevância, as pessoas vão encontrar a sua empresa com mais facilidade.

Quais as fontes de tráfego disponíveis no digital?

Agora que você sabe o que é marketing orgânico, fica mais fácil entender também as outras fontes de tráfego disponíveis em termos digitais. Confira!

 Tráfego pago

O tráfego ou marketing pago é quando você investe em anúncios no Google, como os links patrocinados em outros sites para atrair visitantes.

Aqui, ao contrário do marketing orgânico, é você quem vai atrás do seu público, e com grande poder de segmentação. Ainda, os resultados tendem a aparecer de forma rápida, mas atenção — as campanhas só duram enquanto houver investimento nelas.

Tráfego social

O tráfego social é aquele que é gerado a partir das redes sociais, algo comum no caso de links compartilhados nesses canais, que direcionam tráfego para um site.

Por exemplo, acontece quando você insere links para o seu site em seus posts e na própria bio do Instagram.

Tráfego de referência

O tráfego de referência é quando um usuário clica em um link disponível em um outro site e é redirecionado para o seu.

Esse tipo de tráfego é comumente gerado por meio da conquista de backlinks em outros domínios e com uma estratégia chamada guest post.

Tráfego direto

Tráfego direto é quando o visitante digita diretamente no browser (navegador) a URL do seu site. Ou seja, quando ele não chega ao seu site a partir de outro.

Por não ter intervenção direta de anúncios, é considerado como acesso orgânico.

Preparado para alavancar o número de visitantes do seu site sem gastar com anúncios pagos? Então, agora é com você!

Leia também: Marketing Digital: o que é, estratégias, como fazer (2020)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados