O QUE É DOMÍNIO E O QUE É SUBDOMÍNIO, COMO E QUANDO USAR CADA UM DELES


Se você está pensando em criar um site para começar a investir em marketing de conteúdo, saiba que essa tarefa pode gerar uma dúvida: o que é domínio e o que é subdomínio, e quando escolher qual deles usar.

Cada um deles conta com vantagens e desvantagens, e ainda indicações de uso. Isso porque além do conteúdo do seu site, o domínio e subdomínio também são fatores que podem influenciar em suas técnicas de SEO.

Por exemplo, no caso de empresas ou loja virtual, o ideal é mesmo ter um domínio. Porém, se o interesse for apenas criar um blog pessoal, pode-se sim fazer uso de um subdomínio, e ainda de forma gratuita.

Para te ajudar, nesse artigo você vai entender quais são as funcionalidades e o que é domínio e subdomínio.

Boa leitura!

O que é domínio?

Para entender o que é um domínio e o que é um subdomínio, precisamos primeiro conhecer todas as partes que os compõe.

Quando falamos de domínio, estamos falando do nome do endereço do seu site. É ele que tem a função de levar os visitantes até a sua hospedagem.

Ele foi criado para facilitar a lembrança dos endereços de cada site, por isso, é escolhido ainda na fase de criação do site.

Além disso, ele é único e precisa ser registrado para não gerar duplicidade e erro no direcionamento dos usuários.

Um domínio deve ser registrado na entidade competente de acordo com o domínio de topo.

Por exemplo, no Brasil, domínios são registrados e administrados pela FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) através do site HTTP://registro.br.

Sendo assim, todos os domínios “.br” podem ser registrados nesse órgão ou através de alguma empresa que faça a intermediação do registro. Lembrando que esse serviço de domínio normalmente é pago.

O nome do domínio possui algumas regras para ser utilizado. Antes de tudo, o nome não pode estar em uso por outro site. É como se fosse um e-mail.

Porém, se a pessoa não tiver com as taxas de administração do domínio em dia pode perder seu registro. Desta forma, outra pessoa poderá utilizá-lo.

O domínio é a parte principal da URL, mas é muito mais que apenas um endereço. Ele tornou-se também a identidade da marca e fundamental para bom trabalho de SEO.

Atualmente, existem quase 300 domínios de primeiro nível, sendo eles de vários tipos. Confira alguns deles:

  • Os TLDs genéricos não-patrocinados (gTLDs), ou domínios internacionais: .com, .net, .org, .int, .arpa, .biz, .info, .name e .pro. Esse modelo opera sem qualquer organização patrocinadora e, no geral, não possuem tantas restrições para registro.
  • Os TLDs genéricos patrocinados (gTLDs):  .edu, .gov, .mil, .aero, .coop,
  • .museum, .jobs, .mobi, .travel, .tel, .cat e .asia. Um TLD patrocinado ocorre quando um domínio especializado com um patrocinador representa toda a comunidade que compreende o TLD em questão.
  • Os TLDs de duas letras: .br, .ar, .mx, .uk, .de, etc. O modelo corresponde às abreviações oficiais de mais de 250 países e territórios. Estes domínios são denominados TLDs com código de países ou ccTLDs, na forma abreviada.

O que é subdomínio?

Já o subdomínio é um domínio menor, que serve para encaminhar para URLs ou apontar os endereços IP dentro da sua hospedagem.

É aquela porção de letras que fica antes do primeiro ponto, muitas vezes o famoso “www”. Normalmente é utilizado para levar a uma área interna de um website, direcionando o usuário para um blog, por exemplo.

O subdomínio usa o domínio principal e se diferencia pela adição de um outro nome, além do nome do domínio.

Você pode utilizar qualquer palavra para compor o seu subdomínio, mas é importante que elas estejam relacionadas a áreas específicas do site.

Além disso, é possível criar até 100 subdomínios diferentes para cada domínio existente e ainda acrescentar níveis de subdomínios.

Como vantagens, esse serviço não é pago e você pode separar o site principal de outros conteúdos e, mesmo assim, esses conteúdos vão aparecer unidos ao seu domínio principal.

É uma forma de ter vários sites relacionados, bem como o corte de custos e a indexação diferenciada.

  • Subdiretório

Muitas pessoas podem confundir o que é subdomínio com subdiretório, mas este último se trata de uma segmentação. Eles servem como categorias dentro do seu site.

O subdiretório é um diretório ou pasta criado a partir do site principal.

Por que e quando usar um subdomínio?

Como vimos, o objetivo do subdomínio é separar segmentos distintos do seu site. Isso facilita a localização da página correta quando é feito uma busca no Google.

Antes de criar um subdomínio, você precisa definir qual a sua intenção com isso, porque o Google identifica o subdomínio como um novo site, ignorando o nome e posição que seu site pode já ter nas pesquisas.

Portanto, se você quer um melhor posicionamento, a escolha ideal é usar os subdiretórios, que vão separar os conteúdos e manter seu domínio como base nas pesquisas.

Agora, se você deseja alcançar um melhor ranqueamento em páginas distintas no Google, colocando até duas páginas entre os primeiros resultados de pesquisa, então deve optar pelo subdomínio.

Para não restar dúvidas, quando você precisa ter duas páginas atreladas ao seu negócio que tenham objetivos específicos, o ideal é criar um subdomínio. Exemplo: lançar um e-commerce atrelado ao site.

Ou seja, o subdomínio deve ser utilizado quando as páginas têm certa independência das outras, como um blog e uma página principal que não possuem muitas semelhanças entre si.

Diferença entre domínio e subdomínio

Além das questões financeiras, como foi dito, a grande maioria dos domínios, são pagos, existem outras diferenças entre domínio e subdomínio.

A principal diferença entre o domínio e o subdomínio está basicamente nos resultados exibidos nos motores de busca.

Se seu objetivo for melhorar o posicionamento nas ferramentas de busca, um subdomínio pode não ser a melhor opção.

Isso porque o Google entende o subdomínio como um domínio diferente e não como parte do mesmo site. Ou seja, você terá que construir a autoridade do seu subdomínio e isso não gerará resultados para seu domínio principal.

Portanto, use um subdiretório, pois ele facilita um bom posicionamento nas páginas de busca, fundamental nas estratégias de SEO.

Como vimos neste artigo, definir a melhor estratégia, domínio ou subdomínio, está diretamente ligada ao seu objetivo.

Criar um domínio é fundamental para o melhor posicionamento nos motores de busca. Sem ele, o site é praticamente inexistente e não há resultados.

Já os subdomínios são ótimas opções para diferenciar áreas do site de acordo com sua funcionalidade. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados