O que é feedback: Para Que Serve, Como Dar e Exemplos


O feedback funciona como uma ferramenta voltada à melhor performance das equipes, melhorando sua produtividade e eficiência. Daí a importância de incorporar esse hábito à rotina da gestão de empresas.

Independente de ser um feedback positivo ou negativo, as empresas devem conversar com seus colaboradores e clientes para ouvir o que eles têm a dizer.

Para as empresas, o feedback pode ser a chance de melhorar os processos internos e estreitar os relacionamentos, aumentando o nível de satisfação com a marca.

Entretanto, nem sempre dar e receber feedback é uma tarefa fácil. Por isso, neste artigo você vai entender o que é feedback, como funciona na prática e quais suas vantagens para o seu negócio.

Boa leitura!

O que é feedback?

A palavra feedback, originária da língua inglesa, representa a junção de feed (alimentar) e back (de volta), ou seja, pode ser tida como o ato de realimentar, dar resposta a uma atitude ou comportamento.

Em outras palavras, significa opinião, retorno, avaliação ou comentário. É um termo empregado para expressar um ponto de vista sobre a realização de uma tarefa, uma ação ou comportamento, por exemplo.

Sendo assim, o feedback é uma ferramenta de comunicação utilizada para fazer avaliações e expor opiniões sobre pessoas, empresas, equipes e colaboradores.

Assim, ele não foca apenas no resultado, mas no desempenho das ações, se tornando indispensável para o bom funcionamento da empresa, bem como para seu crescimento.

No ambiente externo, o feedback se volta ao cliente final e à sua satisfação com os produtos e serviços oferecidos pela empresa. Desta forma, é necessário considerar todas as interações do seu público em seus canais.

O feedback é um instrumento poderoso para qualificação da performance, sendo capaz de identificar pontos fortes a explorar e os fracos para realizar os ajustes necessários, além  de rever condutas e potencializar o que vem dando certo.

O que é um feedback positivo x negativo?

O feedback positivo é importante para que você saiba que está no caminho certo para alcançar os resultados esperados.

Ele é mais do que um elogio, é uma palavra de apoio que enaltece que algo de bom está sendo feito.

Por meio dele, ressaltamos ações e desempenhos que tiveram um resultado positivo, reforçando um comportamento que desejamos que se repita.

Ele é parte de um processo de reconhecimento fundamental para promover não apenas o maior engajamento, como também melhorar a produtividade dos processos.

Já o feedback negativo tem um só objetivo: melhorar. Trata-se de uma crítica quando o desempenho está abaixo da expectativa. Ou até mesmo, como um feedback corretivo que visa mudar determinado comportamento.

Temos ainda o feedback insignificante, que é uma avaliação genérica e muito vaga. Se você receber um comentário assim, tente buscar explicações ou detalhes que tornem a mensagem mais clara.

O feedback ofensivo é definido como algo não construtivo. É que a pessoa diz quando está de “cabeça quente”, gerando muitos riscos para as relações dentro da empresa.

Por último, o feedback construtivo é aquele que vê uma situação que pode ser melhorada e oferece ajuda ou conhecimento.

Para que serve o feedback?

Toda empresa precisa se valer dos elogios e das críticas para se manter mais competitiva no mercado, corrigindo deficiências e reforçando os pontos positivos.

O feedback tem como objetivo ajudar. Ele serve para avaliar um indivíduo, um grupo ou até uma empresa sobre o desempenho que apresenta, tendo como resultado um plano de ação.

Em âmbito empresarial, o feedback é uma ferramenta de extrema importância para a gestão de equipes, medição de resultados e otimizações para melhorias contínuas.

Além disso, ouvir o que os clientes têm a dizer sobre uma marca ou solução que ela oferece representa uma grande oportunidade.

O feedback é uma via de mão dupla. Para que a empresa cresça e funcione de modo interessante para todos os que fazem parte dela, é necessário que aqueles que estão em cargos mais altos estejam preparados para ouvir críticas e recomendações, bem como novas ideias de seus funcionários.

Fazer o feedback não se resume apenas em apontar erros ou fazer elogios quando acontece uma situação específica, por isso deve ser feito com seriedade e com base nos dados da avaliação de desempenho.

Assim, o feedback proporciona inúmeras vantagens, como:

  • Aumenta a construção de um relacionamento com um diálogo aberto e honesto, promovendo a confiança;
  • Ajuda na identificação dos pontos fortes e fracos para investir na melhoria deles;
  • Melhora a qualidade do trabalho tanto de um indivíduo quanto das equipes, aprimorando as atividades;
  • Mostra às pessoas que você aprecia o que elas fizeram e lhes dá o reconhecimento, o que contribui para a motivação de toda a equipe;
  • Ajuda no alinhamento de novas estratégias e abordagens;
  • Define e explica as expectativas em relação ao comportamento e desempenho, permitindo que as pessoas atendam e excedam seus objetivos.

A importância do feedback para empresas e pessoas

O feedback pode ser considerado um parâmetro para mensurar os desempenhos.

Através dele, podem saber quais são seus pontos positivos, aquilo que está funcionando bem, e reconhecer seus pontos de melhoria, ou seja, aquilo que ainda precisa ser trabalhado e aprimorado.

Ele também faz os colaboradores se sentirem valorizados e motivados, promovendo habilidade como autoconhecimento, inteligência emocional e resiliência.

O feedback é fundamental para ajudar evitar a zona de conforto, formular as melhores decisões e garantir que os objetivos organizacionais tenham um melhor desempenho.

Como fazer um feedback?

Se você for um gestor de uma área comercial, por exemplo, e ao final do mês sua equipe conseguiu bater as metas e alcançou os resultados esperados, deve reforçar isso com um feedback.

Isso demonstra a importância do trabalho deles. Esse feedback positivo pode ser feito tanto no nível individual quanto em equipe.

Já no caso de um feedback negativo, a situação é outra. Por isso, ao dar esse feedback tenha muita cautela e respeito para tratar do assunto, que geralmente envolve cobranças.

Além disso, para manter um ambiente ético, a conversa deve acontecer com cada colaborador, individualmente.

Por outro lado, se você estiver recebendo um feedback, se mostre aberto e interessado em ouvir tudo. Se ele for positivo, agradeça. Já se for negativo, ouça com respeito e reflita para melhorar as falhas apontadas.

Como receber os feedbacks dos clientes?

Como já vimos, o feedback dos clientes é fundamental para o crescimento de qualquer negócio.

Afinal, ele permite uma aproximação entre a empresa e o cliente, além de buscar compreender melhor a experiência dos consumidores.

Indicamos a utilização de um software de CRM para monitorar e organizar melhor a sua relação com cada cliente.

O feedback pode ser feito de diferentes formas, entre elas:

  • E-mail personalizado, com as ferramentas de email marketing;
  • Monitoramento nas redes sociais;
  • Pesquisas de satisfação dos clientes;
  • Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC);

Neste artigo, vimos o que é feedback e conhecemos sua importância para o bom andamento de qualquer negócio, seja ele sua carreira ou empresa.

Quando bem aplicado, tende a gerar ótimos resultados. Sendo assim, o feedback é uma das ferramentas fundamentais para a melhor performance da equipe.

Depois de escolher a forma para realizar o feedback, pense na periodicidade do mesmo. O tempo varia de negócio para negócio, em alguns casos o feedback semanal ou mensal pode funcionar bem, enquanto em outros é mais interessante que seja feito de forma bimestral ou trimestral.

Além disso, estruture o feedback de acordo com o foco estratégico para sempre render um plano de ação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados