Poder de Persuasão: algumas técnicas para conseguir o “sim” dos seus clientes


Em um mercado onde os clientes estão cada vez mais exigentes e só se interessam por aqueles produtos os quais realmente irão atender às suas necessidades, ter o “dom da persuasão” continua sendo fundamental na hora de vender.

Mas a boa notícia é que essa habilidade é totalmente possível de ser treinada. É questão de descobrir as melhores técnicas e estratégias e colocá-las em prática.

E com o objetivo de te guiar por esse universo desafiador, nós preparamos um post com algumas dicas e táticas a fim de escutar o tão sonhado “sim” do seu cliente!

Acompanhe!

O que é persuasão?

Persuasão é uma palavra que vem do latim persuadere e quer dizer convencer.

Assim sendo, nada mais é do que convencer alguém a realizar uma determinada ação ou a acreditar em algo.

A persuasão é uma estratégia de comunicação a qual utiliza recursos lógicos, racionais, simbólicos ou subjetivos a fim de influenciar alguém a aceitar uma ideia ou realizar determinada ação.

Logo, o poder de persuasão não é um dom, apesar de ser uma coisa muito natural para algumas pessoas.  

Quando falamos em estratégia de vendas, isso significa convencer uma pessoa a comprar um produto ou serviço. Em resumo, é tudo o que faz um bom vendedor saber como convencer uma pessoa de que seu produto é mesmo bom.

Conheça algumas técnicas de persuasão em venda

Mesmo com um bom produto ou serviço e boas estratégias de divulgação, o que fecha uma venda, de fato, é a habilidade persuasiva do vendedor em questão.

Por isso, separamos as principais técnicas que vão potencializar suas vendas. Confira!

Gatilho da escassez

Você certamente já deve ter ido a alguma loja e ouviu o vendedor dizer: “essa é a última peça em estoque”.

Esse é um recurso muito utilizado nas estratégias de persuasão, pois ao fazer o seu discurso você pode e deve evidenciar que aquele produto tem uma grande procura e, por isso, sugere ao cliente não perder essa chance. 

A verdade é que as pessoas querem coisas que são escassas. Portanto, a arte da persuasão funciona muito bem para decisões de curto prazo, ou seja, realizadas naquele momento.

Gatilho da urgência

Nessa tática de persuasão você deve despertar a urgência na aquisição daquele produto ou serviço estabelecendo prazos para a compra, pois ao saber que o produto tem prazo em estoque ou que aquele preço tem dias contados, o cliente certamente vai ser levado a tomar uma decisão rápida.

Linguagem corporal

Além da velocidade ao falar, você precisa ficar atendo à sua linguagem corporal.

A linguagem corporal é tudo o que o nosso comportamento, postura, gestos, expressões faciais e o modo como interagimos diz sobre nós.

Para deixar a linguagem corporal trabalhar por você, faça o seguinte:

  • Se mostre disponível;
  • Mantenha os braços descruzados;
  • Direcione seu corpo para a pessoa com a qual está falando;
  • Mantenha o contato visual com ela;
  • Sorria naturalmente para não parecer falso.

Quanto mais controle você tem da sua imagem, mais confiança você consegue passar para o seu ouvinte.

Estudos de caso

Usar estudos de caso é fundamental para fortalecer o seu discurso para um cliente em potencial. Isso porque somos mais propensos a comprar quando sabemos que outras pessoas estão felizes e satisfeitas com determinado produto ou serviço.

Assim, você pode provar a eles que o mesmo produto ou serviço ajudou seus antigos clientes. Para isso, certifique-se de usar números específicos, pois isso ajudará a tornar sua posição mais confiável e sua apresentação mais precisa.

Se quiser aproveitar os benefícios de usar a prova social em sua estratégia de marketing, você pode trabalhar com depoimentos de clientes ou parcerias com influenciadores.

Empatia

Quando você tem empatia fica mais fácil compreender os reais desejos, necessidades e expectativas do cliente em relação ao seu produto ou serviço.

E quanto mais conhecer a pessoa com a qual está conversando, maiores as chances de conseguir persuadi-la.

Portanto, para ter empatia e afinidade, procure sempre criar um elo com a pessoa com a qual está falando. Quando isso acontece, as chances de receber um “sim” são muito maiores.

Confiança das pessoas

É muito mais fácil convencer alguém que nos conhece e confia na nossa palavra do que uma pessoa desconhecida, não é mesmo?

Então trabalhe nisso. Antes de influenciar, comece um relacionamento e vá conquistando a confiança da outra pessoa aos poucos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados