O que é Portfólio: como criar, exemplos e como funciona


Um portfólio pode ser considerado uma seleção dos melhores trabalhos que você já desenvolveu, ou seja, é uma forma de se apresentar profissionalmente, garantindo uma vantagem competitiva.

É por isso que ter um portfólio é tão importante. Pode ter certeza de ele faz toda a diferença para conseguir boas oportunidades profissionais. Ele não só ajuda na divulgação, mas também na valorização do seu trabalho.

No entanto, o que pode parecer uma tarefa fácil nem sempre acaba sendo tão simples assim. É preciso ter cuidado ao fazer a seleção e colocar as informações certas para atingir seu objetivo.

Você sabe como criar um portfólio atraente para ter sucesso? Neste artigo, vamos mostrar o que é um portfólio, como ele funciona e ainda dar alguns exemplos para você se inspirar.

Continue a leitura e confira!

O que é um portfólio?

De acordo com o dicionário de língua portuguesa, um portfólio significa um “dossiê ou documento com o registro individual de habilitações ou de experiências”.

Sendo assim, um portfólio é uma compilação de materiais ou trabalhos desenvolvidos por um profissional (ou empresa) que demonstra suas habilidades, competências, qualificações e experiências.

Porém, vale ressaltar que um portfólio não é a mesma coisa que um currículo. O currículo apenas menciona sua experiência, já um portfólio dá exemplos práticos.

Um portfólio pode ser usado para atrair clientes, fechar negócios, candidatar a empregos e outros fins acadêmicos. É uma verdadeira amostra das suas habilidades.

Atualmente, ter um portfólio é essencial para um bom profissional, principalmente dos campos mais criativos, como escrita, web design, design gráfico, publicidade, fotografia ou audiovisual.

Além de demonstrar seu talento e capacidade, criar um portfólio ajuda você a se preparar melhor para uma apresentação.

Por que fazer um portfólio?

Se você ainda tem dúvidas se precisar ou não elaborar um portfólio, tente analisar sobre seu campo de atuação, ou seja, sua profissão.

Na maioria dos campos criativos, como escrita, web design, design gráfico, publicidade, fotografia ou audiovisual, por exemplo, um portfólio pode ser indispensável.

E isso vale tanto para garantir uma vaga de trabalho efetiva quanto projetos de freelancer.

Por isso, é normal que os recrutadores peçam um portfólio para avaliar seu desempenho em projetos anteriores.

Portanto, essa é uma maneira de materializar sua experiência, demonstrar seu talento e a sua capacidade de produzir trabalhos de alta qualidade.

Além disso, com seus trabalhos mais relevantes em um formato fácil de entender e acessar, fica muito mais fácil apresentar e falar sobre as suas qualificações numa entrevista.

Procure também conversar com colegas de profissão para saber se eles usam ou não um portfólio e a diferença que isso faz nas suas carreiras.

Quais são os tipos de portfólio?

Antes de aprender como fazer um portfólio, vamos conhecer os dois tipos: o físico e o digital.  Saiba abaixo mais sobre cada um deles e veja qual tipo é o mais indicado em cada caso.

  • Físico (impresso)

O portfólio físico é o modelo mais tradicional, muitas vezes entregue junto ao currículo. Ele é mais indicado para profissionais que trabalham com mídias estatísticas, como texto e imagens.

Caso opte por esse modelo, invista em impressão e papel de qualidade, preferencialmente, no formato A3 ou A4, para causar um bom impacto.

No entanto, saiba que esse tipo de portfólio diminuiu bastante com o avanço da internet, devido ao custo envolvido e à maior praticidade oferecida pelo ambiente digital.

  • Digital (online)

O portfólio digital é o mais usado por oferecer mais recursos, como a possibilidade de incluir formatos como vídeos e áudios. É um modelo de portfólio mais personalizado e completo.

Atualmente, existem inúmeras plataformas gratuitas para você criar um portfólio.

Ou então, você pode começar fazendo em PDF mesmo, que é um formato adotado como padrão para diversos processos.

O portfólio conta com várias vantagens, como facilidade de compartilhamento, baixo custo e pode ser criado de forma simples no seu próprio computador.

Dependo do seu trabalho, se você for um designer ou redator, por exemplo, seu portfólio precisa ser digital.

Como fazer um portfólio?

Agora que você já sabe o que é um portfólio e conhece seus diferentes tipos e formatos, separamos algumas dicas especiais para você conseguir criar um portfólio incrível. Confira:  

Defina seu objetivo

O primeiro passo é definir o objetivo do seu portfólio, como uma vaga de trabalho em específico, por exemplo.

O objetivo vai servir como base para montar o material. Ele vai guiar todos os demais elementos, como o design, a tipografia, as informações e imagens que serão incluídas.

Enfim, é preciso definir um objetivo antes de começar a montar o material.
Só assim o resultado final vai realmente ser um reflexo do que você deseja.

Vale ressaltar que, como existem várias categorias de portfólio (escolar, design, fotografia, produto, etc.), os motivos também são variados.

Escolha seus principais trabalhos

Agora é hora de fazer a seleção dos seus melhores trabalhos. Um portfólio deve ser objetivo, portanto, separe seus principais projetos e agrupe conforme o tipo de trabalho.

Você também pode criar uma espécie de linha do tempo ou colocar por ordem de importância, caso queira impactar logo de cara. O importante é ser crítico e entender o que o seu público busca.

A sugestão é escolher no mínimo 10 e não mais que 20 peças para não perder a atenção de quem está vendo. Afinal, um portfólio não deve parecer um diário.

Uma dica é ser mais seletivo, pois seus clientes potenciais não precisam ver tudo.

Selecione os projetos dos quais você mais se orgulha.

Não esqueça também de que o trabalho que você escolhe para mostrar deve ser o tipo que quer produzir em novas oportunidades.

  • Portfólio de quem nunca trabalhou na área

Se você acabou de se formar, talvez não tenha muitas experiências para incluir no seu portfólio. Porém, você pode desenvolver seus próprios trabalhos e incluí-los no portfólio.

Veja o que você pode colocar no seu portfólio:

  • Trabalhos de faculdade;
  • Projetos pessoais;
  • Serviços feitos para conhecidos, mesmo que você não tenha cobrado.

Aposte na simplicidade

Tente manter seu portfólio o mais simples e objetivo possível, tanto nas imagens quanto nos textos. Caso contrário, isso pode resultar em um material feio e poluído.

Use palavras fáceis, evitando frases e parágrafos grandes.

Por exemplo, os recrutadores recebem milhares de currículos e portfólios para as vagas e não ficam perdendo tempo procurando informações em uma plataforma carregada demais.

Uma dica é criar abas diferentes para separar as produções e outra com informações complementares e de contato.

Organize os trabalhos por ordem de importância

Depois de selecionar os principais trabalhos, o próximo passo é organizá-los por ordem de importância.

O recomendado é que você comece pela sua obra-prima, aquele seu trabalho preferido e mais bem reconhecido.

Afinal, você precisa encantar quem vê seu portfólio logo de cara.

Outra dica é deixar uma ou duas peças do mesmo nível das primeiras para o final.

Fazendo isso, você consegue impactar logo de cara, reforçar a qualidade do seu serviço ao longo de todo portfólio e fechar com chave de ouro.

Além, disso, você pode lembrar de bons feedbacks recebidos.

Apresente a pessoa que está por trás dos projetos

Na elaboração do seu portfólio também é bom criar uma sessão para se apresentar.

Ela pode se chamar, por exemplo, “Sobre mim”, e conter informações sobre seu contexto profissional e suas qualificações.

Isso te ajudará a organizar o pensamento mais facilmente na hora da apresentação. Afinal, todos os pontos mais importantes da sua carreira e suas conquistas já estão listados lá.

Nessa página, você pode contar sobre como começou a trabalhar na área, incluir uma foto bem bonita do seu rosto e apresentar os feedbacks positivos de seus clientes.

Facilite a leitura e a navegação

Além de produzir um texto claro e objetivo, evite letras muito rebuscadas e faça o uso de uma fonte sóbria e que facilite ao máximo a leitura de seu avaliador.

Faça testes de combinações e escolha as opções legíveis e que casam bem com o layout em geral.  

Outra sugestão importante é separar o tipo de conteúdo produzido. Se você trabalha com multimídia, busque organizar categorias para cada formato: texto, imagem, áudio e vídeo.

Caso trabalhe com só uma forma de representação, encontre uma maneira de dividir suas produções. Pode ser por tema ou relevância, por exemplo.

Para fazer um portfólio online, tente se inspirar no modelo de navegação dos sites, em geral.
Quanto às imagens, o ideal é deixar uma com maior destaque e escolher outras menores para construir uma harmonia. Lembre-se também de trabalhar apenas com imagens de alta qualidade.

Mantenha-o sempre atualizado

Um ponto importante a se destacar é que você deve manter sempre seu portfólio atualizado.

Atualizações regulares são necessárias e fundamentais para ajudar a manter seu trabalho relevante e reconhecido.

E isso não significa que você precisa colocar apenas aquelas que mostram o trabalho finalizado.

Além disso, deixe as pessoas saberem no que você está trabalhando, ou o que fez nas últimas semanas – o que é próprio de um portfólio online.

É uma maneira de reforçar que continua produzindo bons trabalhos sem parar.

Exemplos de portfólios

Agora que você já sabe como fazer um portfólio do zero, vamos mostrar três exemplos que vão servir de inspiração para você começar.

Esse é talvez um dos portfólios mais criativos. Ele é bem desenhado e acima de tudo bastante interativo.

Robby é um designer que atua em diversas áreas.

E para mostrar todos os tipos de trabalhos que produz, ele fez do seu portfólio uma espécie de videogame. Assim, o usuário pode andar com o personagem pela página, navegando pelas várias categorias dos trabalhos do artista.

Este portfólio já concorreu a alguns prêmios.

É de um freelancer alemão que conseguiu juntar um excelente design da página a vários trabalhos super elegantes.

Este é um estúdio famoso, que já trabalhou com clientes como o Spotify, BBC ou Getty Images.

No seu portfólio eles têm todos os clientes organizados por tipos de projetos. Além da facilidade na navegação, o site deixa bem visível todo o trabalho realizado por estes profissionais.

Dicas de design para seu portfólio

Não é preciso ter a experiência de um profissional do design para criar um portfólio visualmente atrativo.

Por isso, fique ligado nas dicas que separamos!

Capa

Essa questão se aplica aos portfólios impressos e também aos digitais em PDF.

Ao criar a página inicial do seu portfólio, não se preocupe em elaborar algo muito chamativo.

Por isso, use um layout simples e coloque seu nome e contatos, como email e telefone.

Fotos

Um fator muito importante que deve ser levado em consideração é a qualidade das fotos. Isso porque seu portfólio será visualizado em diversos dispositivos, como notebook, desktop, celular ou tablet.

Sendo assim, para que a visualização das fotos fique boa em qualquer formato, dê preferência a imagens com alta resolução.

Entretanto, não esqueça que, geralmente, quanto maior é a qualidade de uma foto, maior é o tamanho do arquivo, o que pode resultar em maior tempo de carregamento do portfólio online.

Cores

Para escolher bem as cores que serão usadas no portfólio, é preciso ter uma noção de como combiná-las.

Se você não tem muita experiência, existem algumas ferramentas que podem ajudar na tarefa, como a Palettable e Colorfavs.

Elas são plataformas simples, rápidas e intuitivas. Assim, que você define a paleta de cores, fica muito mais fácil aplicar as cores corretas nos elementos do seu portfólio.

Vale a pena testar!

Como vimos, o portfólio é uma forma de mostrar suas habilidades e seu nível profissional de maneira mais elaborada do que um currículo.

Dedique tempo e cuidado para criar um portfólio que demonstre sua evolução nas realizações.

Mantenha seu material sempre atualizado, com tudo de novo. Além disso, faça a divulgação de seu portfólio nas redes sociais para ter maior destaque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados